11 Dicas para evangelizar com simplicidade [a 4ª é essencial]

Como evangelizar pessoalmente ou em público? De que maneira devo abordar as pessoas?

Talvez você também se pergunte como evangelizar de forma simples e eficaz. Pois eu te digo que evangelizar é uma tarefa simples, pois a mensagem que deve ser pregada também é simples.

Ora, depois que João foi encarcerado, veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do reino de Deus,

e dizendo: “O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.” (Marcos 1: 14-15 KJF)

Um dos principais elementos que devemos ter para fazer um evangelismo é o conhecimento da Bíblia Sagrada!

Se você tiver conhecimento da Bíblia quando evangelizar alguém você terá consigo mais respostas para as objeções e resistências que as pessoa farão assim como será convincente para mostrar que estas são pecadoras e que necessitam da salvação.

Três observações sobre evangelismo são importantes antes que você leia as 11 dicas.

1º A Bíblia Sagrada te dá toda sabedoria necessária para fazer um evangelismo

Estêvão, o primeiro mártir da igreja de Cristo, era um homem cheio de sabedoria e conhecimento.

Quando ele falava aos seus opositores ninguém conseguia prevalecer contra ele, pois era um homem apegado às Sagradas Escrituras. Veja:

Estêvão, homem cheio da graça e do poder de Deus, realizava grandes maravilhas e sinais no meio do povo.

Contudo, levantou-se oposição dos membros da chamada sinagoga dos Libertos, dos judeus de Cirene e de Alexandria, bem como das províncias da Cilícia e da Ásia.

Esses homens começaram a discutir com Estêvão, mas não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava. (Atos 6: 8-10 NVI)

Se você se apegar à Bíblia Sagrada para examiná-la e estudá-la a fim de convencer os pecadores de seus pecados (assim como você reconheceu e arrependeu-se dos seus e hoje desfruta da salvação de nosso Senhor Jesus Cristo) o Espírito Santo lhe dará sabedoria para falar a estes.

2º Aquele que evangeliza pode ser perseguido por estar evangelizando

Não posso aqui esconder a verdade de ninguém. Pregar o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo pode ter um preço alto.

Ao final do discurso que Estêvão fez aos judeus, justamente por estes não terem mais respostas para falar contra ele, encheram-se de ódio em seu coração e apedrejaram-no até a morte (Atos 7: 54-60).

Eu disse que evangelizar pode ter um alto preço a se pagar, mas Estêvão não só viu a glória de Deus, como também foi recebido por Ele nos céus.

Ao evangelizar as pessoas alguns crerão e se alegrarão com isso, mas outros incrédulos que não querem largar seu pecado, terão seu ódio despertado. Por isso, estejamos atentos!

3º As pessoas hoje em dia podem ser resistentes para ouvir sua mensagem de evangelismo

O apóstolo Paulo, movido pelo Espírito Santo, já havia profetizado que em nossos dias haveriam pessoas que resistiriam à mensagem do evangelho, seriam tempos trabalhosos para evangelizar certos tipos de pessoas.

Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. 

Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios,

Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade.

A mente deles é depravada; são reprovados na fé. (2 Timóteo 3: 1, 2, 8)

Saiba porém que a Palavra de Deus é forte e poderosa, por isso antes de saber como evangelizar qualquer pessoa você precisa ter uma experiência pessoal de salvação com o Senhor Jesus, tendo reconhecido seus pecados e arrependido-se deles, recebendo assim o Espírito Santo e sabendo que é salvo, para então ter segurança e compartilhar desta salvação com os outros.

Depois de ter ciência que você realmente passou pelas experiências acima citadas, seja apegado à Palavra de Deus, pois a mesma é forte e poderosa para mostrar ao pecador a realidade de seus pecados e fazê-lo crer que necessita ser salvo.

e apegue-se firmemente à fiel Palavra, da forma como foi ministrada, a fim de que seja capaz tanto de encorajar os crentes na sã doutrina quanto de convencer os que se opõem a ela. (Tito 1: 9 KJA)

11 dicas para evangelizar com simplicidade

como evangelizar com 11 dicas

#1 Aja naturalmente, não force imitar uma aparência que não é sua

aconselhamento pastoralMuitas pessoas hoje em dia ao evangelizar querem “forçar um jeito” que eles não tem, ou inventar um jeito extraordinário de fazer evangelismo. Muitos também observam outras pessoas e tentam copiar seu jeito de ser.

Não estou instigando nesta dica a você fazer as coisas da maneira que julga corretas, mas sim a agir naturalmente sem forçar uma aparência, um jeito ou uma personalidade que não é sua, pois se fizer assim, certamente diversas situações poderão te surpreender e te deixar sem saída.

Leia João capítulo 4 com atenção e veja como Jesus aborda tão naturalmente uma mulher que ia buscar água no poço.

Aliás, tente ler mais os evangelhos observando o comportamento do Mestre em cada situação de evangelismo e aprenda nestas situações a agir com naturalidade e autoridade divina, com a sabedoria da Palavra de Deus, e repare como Jesus estava sempre com uma palavra pronta.

Comece lendo o evangelho de Marcos e o leia todo, com calma e examinando cada situação, pois logo no início o mesmo fala de várias ocasiões em que Jesus fez evangelismos.

#2 Estude a Bíblia todos os dias!

gostar de estudar a bíblia diariamente

Para aprender como evangelizar de maneira convincente estude sobretudo o Novo Testamento e as cartas dos apóstolos, pois elas dizem muito a respeito de nossa vida atual e tem o correto discernimento sobre os problemas do ser humano e o confrontam com seus pecados.

Lembre-se do que escreveu o apóstolo Paulo sobre as próprias Escrituras:

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra. (2 Timóteo 3: 16-17 NVI)

Passagens bíblicas e versículos para fortalecer a mensagem de evangelismo

A epístola aos Romanos fala muito de vitória sobre o pecado, é importante colocá-la na sua agenda de leitura bíblica e estudá-la toda, devagar e com atenção, aprendendo cada lição em cada capítulo e fazendo pesquisas.

As cartas aos coríntios são interessantes porque abordam diversos problemas em que os crentes se envolviam e os instiga a deixar seus erros e pecados, alguns até são comparados com mundanos (1 Coríntios 5: 1).

Em 1 Coríntios 1: 17-31 encontramos a mensagem central do evangelismo, que é Jesus Cristo, sabedoria e poder de Deus.

Em Colossenses 3: 1-17 temos belas lições que nos ensinam a ter um viver santo, mas o interessante aqui são os diversos pecados expostos, os quais nós mesmos cometíamos quando não éramos salvos.

Podemos tomar conhecimento destes e alimentar nosso conhecimento bíblico sobre o pecado para saber instruir os não crentes.

Lições de um viver santo e a exposição de uma vida pecaminosa também lemos em Efésios 4: 17-32 e também no capítulo 5: 1-21.

Outra passagem muito importante é a carta aos Gálatas 5: 16-25, que mostra o combate do Espírito contra a natureza pecaminosa do ser humano (ou carne, ou obras da carne).

É interessante lermos e estudarmos estas passagens bíblicas para termos entendimento sobre a realidade da natureza pecaminosa do ser humano, para que possamos convencer os não crentes sobre isso também.

Além do mais é importante nos examinarmos com cada uma destas passagens para sabermos se porventura não estamos praticando algo de errado.

Não podemos ensinar salvação e santidade a alguém se não formos salvos e santos antes.

Há muitas outras passagens como estas no Novo Testamento, seu estudo vai demandar tempo e dedicação às Sagradas Escrituras.

#3 Não pressione as pessoas, elas não vão se sentir a vontade

Se alguém não os receber nem ouvir suas palavras, sacudam a poeira dos pés quando saírem daquela casa ou cidade.

Eu digo a verdade: No dia do juízo haverá menor rigor para Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade. (Mateus 10: 14-15)

Mas, quando entrarem numa cidade e não forem bem recebidos, saiam por suas ruas e digam:

“Até o pó da sua cidade, que se apegou aos nossos pés, sacudimos contra vocês. Fiquem certos disto: o Reino de Deus está próximo.” (Lucas 10: 10-11)

Eu já presenciei situações de pessoas resistentes e debochadas quanto ao evangelismo. Não perca seu tempo com pessoas assim.

Note nas passagens acima que quando os discípulos não fossem bem recebidos Jesus diz aos mesmos que sacudam até a poeira de seus pés e simplesmente digam: “Fiquem certos disso: O Reino de Deus está próximo”.

Se alguém resistir demais à sua mensagem ou ignorá-la é porque este não quer ouvi-la, não “force a barra”, aplique o que Jesus ensinou nos versos acima.

#4 Seja manso no falar, evite brigas, discussões e debates vãos

Está aqui uma técnica que talvez você não tenha conhecimento, mas a doçura dos lábios aumenta o ensino (Provérbios 16: 21 ARC).

Isto significa falar com equilíbrio, evitar “bate boca” e contendas, lembre-se que você está pescando almas e não caçando-as. Ninguém gosta de ouvir uma pessoa “desbocada”, concorda?!

O coração do sábio ensina a sua boca, e os seus lábios promovem a instrução. (Provérbios 16: 23 NVI)

E se tem uma coisa que eu aprendi nessa caminhada cristã, é falar somente o que será edificante e produtivo, evitar contendas de palavras e discussões que vão gerar é confusão para quem ouve.

Continue a lembrar essas coisas a todos, advertindo-os solenemente diante de Deus, para que não se envolvam em discussões acerca de palavras; isso não traz proveito e serve apenas para perverter os ouvintes.

Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente.

Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade, (2 Timóteo 2: 14, 24-25)

#5 Não se vista exageradamente formal

evangelismo simples sem formalidade exageradaMuitas pessoas não querem receber quem já vem demostrando formalidades exageradas para pregar a Palavra.

Lembre-se como alguns se afastam de certos grupos religiosos que vem com toda a formalidade falar com as pessoas.

Além disso muitas pessoas não querem ser incomodadas e ficarem ouvindo sermões tentando ser convencidas de algo como se fossem obrigadas a acreditar em tudo que disserem.

De fato elas tem que acreditar, mas seria interessante tentarmos nos colocar no lugar delas e tentar fazer as coisas do jeito certo.

Procure apresentar-se às pessoas não somente para falar, mas para criar relacionamento.

Haja naturalmente, converse com as pessoas em busca de oportunidades dentro do assunto para pregar a Palavra de Deus.

Veja em João 4 que Jesus apenas pede água para beber a uma mulher, e a partir deste simples pedido Ele já acha uma oportunidade para evangelizá-la (João 4: 6-10).

Repare que isto aconteceu tão naturalmente que a mulher nem desconfiou que Jesus estava ali para evangelizá-la, ela só percebeu quando Jesus falou coisas da vida dela, sem ter recebido essas informações de qualquer pessoa (João 4: 16-19).

Mais tarde a cidade inteira onde ela morava foi até o Senhor ouvir sua Palavra.

#6 As pessoas precisam de amigos e de outras pessoas que realmente se preocupam com elas, não de faladores chatos.

O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham plenamente.

“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” (João 10: 10-11 NVI)

Alguém que fala assim vem para arrumar inimizade com as pessoas? De maneira nenhuma!

Embora muitas pessoas se fazem inimigos do Senhor Jesus.

É importante notar também que ele está dizendo isto a respeito das pessoas que são suas ovelhas.

Portanto, evangelize as pessoas com o sincero desejo de ajudá-las e de fazê-las acreditar que necessitam de salvação, assim como você também necessitou um dia.

Certamente muitos não vão te ouvir e dar crédito à Palavra de Deus. Estude João capítulo 10 para saber melhor quem são as ovelhas do Senhor e quem não são.

#7 Entenda as necessidades e os problemas das pessoas e ouça-as um pouco também

Mas lembre-se que você é o porta voz da mensagem divina e deve conduzir a conversa e instruir a pessoa ensinando a Palavra de Deus.

Quando você dá a pessoa a oportunidade de falar um pouco e quando pára pra ouvi-la, certamente você encontrará os argumentos certos para a orientar, segundo o conhecimento da Bíblia Sagrada que você já adquiriu estudando-a.

Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram. (Romanos 12: 15, 18)

#8 Tome muito cuidado com os zombadores; a Bíblia recomenda que não os repreenda, eles não vão te dar atenção

Pra que tentar evangelizar quem vive zombando do evangelho como se levasse tudo na brincadeira?

“Mas posso estar perdendo uma alma se eu não evangelizar essa pessoa.”

Invista seu evangelismo em quem dará crédito à sua pregação e pode crer no Senhor Jesus para salvação.

Com relação aos outros, o Espírito Santo fará este trabalho, os escarnecedores, ou zombadores, “brincalhões” que levam tudo na zoeira, só irão zombar de você, veja este provérbio:

Quem corrige o zombador traz sobre si o insulto; quem repreende o ímpio mancha o próprio nome.

Não repreenda o zombador, caso contrário ele o odiará; repreenda o sábio, e ele o amará. (Provérbios 9: 7, 8)

Jesus não perdia tempo com quem não o queria ouvir, simplesmente falava a realidade de seus pecados e não ficava insistindo para salvá-los, isto aconteceria (ou não) uma hora ou outra, na pior das situações.

Os religiosos fanáticos, por exemplo, que não eram seguidores de Jesus e foram responsáveis por sua crucificação, só vieram a crer nele depois de sua morte e ressurreição (Atos 2: 36-38).

#9 Evite o linguajar “evangeliquez” quando evangelizar as pessoas, fale de maneira que possam entender claramente

evangelizar de forma simples sem falar evangeliquez

Isto é uma coisa que muito me incomoda ao ouvir as pregações nos púlpitos de nossas igrejas.

Considerando que estamos pregando a Palavra para um público para o qual se fará um apelo no final da mensagem, penso eu que falar com uma linguagem clara e de fácil entendimento seja essencial para que as pessoas nos entendam.

Além do mais ser racional também ajuda muito.

Ao convivermos com nossos irmãos em Cristo frequentemente é comum que adotemos uma linguagem cheia de “expressões evangélicas”, mas quando falamos a pessoas que não estão acostumadas a este tipo de linguagem precisamos ser claros em nossas palavras.

Vou dar um exemplo. Suponhamos que vou evangelizar alguém, veja como falaria no “evangeliquez”:

“Varão! Deus tá dizendo que tu é ovelha chamada de trás das manadas, ele quer te separar e te usar nessa terra vaso, crês tu isto meu irmão?”

Nós evangélicos vamos entender o que esta frase quer dizer, mas será que o não crente vai entender? Em vez disso começaria dito assim:

“Meu amigo Deus me enviou até você pra te falar da mensagem de salvação que ele tem pra tua vida, acredite nele para ser salvo, deixe me falar um pouco mais de Jesus pra você.”

Este é apenas um exemplo, quando você estiver evangelizando certamente acontecerão situações que farão você lembrar dessa dica.

#10 Se for possível, se estiver ao seu alcance e você quer mesmo exercer este ministério, faça um curso para estudar e se capacitar melhor

Muitos cristãos desprezam a realização de cursos e desprezam a compra de materiais cristãos para aprender mais.

Muitos acham que o conhecimento e a capacitação vão cair do céu, pois Deus vai os capacitar simplesmente porque eles tem o chamado, sem no entanto desenvolverem-se no mesmo.

Quero lembrar que a tarefa de estudar a Bíblia Sagrada e capacitar-se deve ser realizada por nós!

Deus não irá descer do céu e mover nossos braços e pernas para fazer isto, nem tão pouco irá plugar um pendrive celestial na nossa mente e começar a transferência de dados…

Não podemos nos acomodar e deixar de buscar a Deus estudando sua Palavra, por isso, após recebermos de Deus o chamado, precisamos buscar capacitação para exercê-lo, e fazer cursos cristãos ou comprar materiais como livros, Bíblias de estudo, dicionários bíblicos, e-books, atlas bíblico e etc, é um ótimo investimento na aprendizagem da Palavra.

A respeito de tal responsabilidade de capacitação e estudo, veja o que o apóstolo Paulo disse a Timóteo:

Enquanto aguardas a minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação e ao ensino.

Não deixes de desenvolver o dom que há em ti, que te foi outorgado por mensagem profética, com imposição de mãos por parte dos presbíteros.

Dedica-te plenamente ao cumprimento dessas responsabilidades, para que todos possam testemunhar o teu progresso.

Tem cuidado de ti mesmo e do teu ensino; persevera nesses deveres, pois agindo assim, salvarás tanto a tua própria vida quanto a todos que te derem ouvidos. (1 Timóteo 4: 13-16 KJA)

Se você se encaixa no tipo de pessoa que lê os versículos acima e sente um ardente desejo de realizar a obra do Senhor, mas ainda não tem capacidade para isso, dê um passo a frente.

Peça e será dado, buque e encontrará, bata e a porta será aberta!

Compra a verdade, a sabedoria, a disciplina e a inteligência, e não as vendas por preço algum! (Provérbios 23:23 KJA)

Há várias formas de evangelizar, assim como vários chamados e ministérios dentro do corpo de Cristo, qual o seu?

O principal de tudo é antes receber o chamado do Senhor!

Se o Espírito ainda não manifestou teus dons e chamado, dedique tempo de oração, jejum e busca por isso, peça orientações ao seu pastor.

Assim também vós, que sois zelosos dos dons espirituais, procurai tê-los em abundância, para a edificação da igreja. (1 Coríntios 14:12 KJF)

Daí então comece desde já a capacitar-se e dedicar-se.

Veja o que corresponde ao seu chamado abaixo e clique para começar.

  • Quero evangelizar crianças e trabalhar com elas, pois sei como a mente delas tem sofrido ataques psicológicos hoje em dia e o quanto é importante elas aprenderem a amar a Deus desde cedo. Clique aqui para começar.
  • Quero ganhar almas para Jesus pregando a genuína Palavra de Deus, seja nas igrejas, em evangelismo nas ruas, praças públicas, na rádio, etc., pois muitas pessoas ainda precisam conhecer as verdades bíblicas. Clique aqui para começar
  • Eu quero discipular as almas que são ganhas para Jesus lecionando na EBD, eu entendo que se meu dom é ensinar devo agir com dedicação ao ensino, por isso quero me capacitar mais como professor da EBD. Clique aqui para começar.
  • Quero pregar a Palavra a tempo e fora de tempo memorizando a bíblia conforme o apóstolo Paulo pregou no tempo dele, seja numa conversa, evangelizando, pregando na igreja, ensinando num grupo de estudos, etc. Clique aqui para começar.
  • Meu chamado é trabalhar com jovens e adolescentes, capelania, bacharel em teologia, música, ou outro. Clique aqui para conhecer outras opções de ministério.

#11 Tente praticar o evangelismo diariamente, mas com naturalidade

Use termos bíblicos na sua linguagem cotidiana e em suas conversas, dessa forma você vai adquirindo o hábito de falar de Deus com frequência e naturalidade, as vezes sem perceber você estará evangelizando e tocando alguém com suas palavras.

Comprometa-se a estar sempre falando de Jesus! (Tito 2: 1, 7-8).

Pratique o evangelismo! A melhor de todas as maneiras de aprender, após se preparar um pouco e continuar se preparando cotidianamente, é praticar o evangelismo.

Para finalizar veja este vídeo de Paulo Júnior para saber como evangelizar com a mensagem bíblica que é realmente necessária!

Espero que este estudo tenha abençoado muito sua vida e contribuído para sua capacitação de evangelista.

Deixe abaixo seu comentário ou nos dê sua própria dica sobre evangelismo para que outros leitores também sejam edificados!

Compartilhe este estudo com seus irmãos em Cristo e ajude a promover o evangelismo em sua igreja!

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Meu objetivo é ajudar novos cristãos a amadurecerem no entendimento da Bíblia Sagrada, e os obreiros de Deus a capacitarem-se melhor para o ministério cristão. Sou casado com a Lidiane Filgueiras e somos membros da 3ª Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ, pr. Jorge Cônsoli Lima e Débora. Sirvo ao Reino do Senhor Jesus como professor da Escola Bíblica Dominical desde Julho de 2008 e estou me dedicando a ajudar cristãos comprometidos através deste blog compartilhando estudos bíblicos, materiais e cursos cristãos para capacitação do ministério e edificação do corpo de Cristo.

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

9 Comentários

  1. Edileusa Franco

    A paz do Senhor Jesus, Gabriel!
    Estou a um pouco mais de um ano ensinando na classe de adultos na EBD e estudo e pesquiso os temas da revista da qual aplicamos às nossas aulas e, se puder compartilhar comigo eu te agradeço pelo apoio.Tem um tema:VIVENDO COM A MENTE DE CRISTO.Voce tem algo a compartilhar comigo?

    • A paz do Senhor irmã Edileusa. Este tema seria da revista atual da CPAD, deste primeiro ou segundo trimestre de 2018? Porque como eu estou agora na igreja batista nós não utilizamos as revistas da CPAD para lecionar na EBD.

  2. Aparecido José de Souza

    Dicas maravilhosas e simples,assim como o evangelho da salvação,como está escrito [ OS MANDAMENTOS DE DEUS,NÃO SÃO PESADOS] Que Deus os abençoe,prossigam com este projeto é de fato uma benção em nossas vidas Pr Aparecido.!!!

  3. leonardo salgado

    quero ser ajudado atraves da palavra

    • A paz do Senhor Leonardo. Você está precisando de mais alguma ajuda na Palavra? Me diga com mais detalhes em que posso lhe ajudar e me esforçarei pra encontrar o que tu estás precisando, ok?!

  4. Dérick

    ótimo post meu irmão parabéns. Siga no seu ministério!!!!!!!!

    • Irmão Dérick, fico feliz que tenha gostado e obrigado pelo incentivo com suas palavras, Deus abençoe sua vida!

  5. Pingback: 21 Características que todo cristão verdadeiro deve ter | Bíblia se Ensina

Deixe seu comentário